Portal JE10 - Cordeirópolis e Região

Portal JE10 - Cordeirópolis e Região

Farmácia de Plantão: FARMÁCIA DA TERRA,

Pesquisa aponta que ar é ruim em Cordeirópolis e Santa Gertrudes

Cordeirópolis está em quinto e Santa em primeiro no Brasil em concentração de material particulado que pode causar doenças respiratórias. Secretaria explicou projetos e ações futuras 

A Organização Mundial de Saúde (ONU) divulgou nesta segunda-feira (7), uma pesquisa apontando que no Brasil mais de 50 mil pessoas morrerem devido à poluição. Diante disso, abriu-se o debate da qualidade do ar nos municípios brasileiros. O Instituto de Energia e Meio Ambiente (IEMA) apontou que em 35 municípios foram identificados a poeira fina, material particulado que impacta a saúde. Cordeirópolis e outras cidades do aglomerado de Piracicaba estão na dianteira do ranking.

De acordo com o último estudo registrado pelo IEMA no ano de 2016, a cidade de Santa Gertrudes registrou o maior índice de microgramas de material particulado por m³, foram 80, seguida por Cubatão com 49, Rio Claro 46, Osasco 39 e Cordeirópolis 39.

A CETESB (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) explica que o material particulado é um poluente constituído de poeira, fumaça e todo tipo de material sólido e líquido que se mantém suspenso na atmosfera por causa de seu pequeno tamanho.

O prefeito, Adinan Ortolan, explicou que o município já esteve na segunda colocação deste ranking e com as ações implantadas pelo Ministério Público e a pela própria CETESB, Cordeirópolis apresenta melhoras nos últimos anos. “É importante destacarmos que há um ponto positivo a ser observado, pois Cordeirópolis já esteve na segunda posição e caiu para o quinto lugar. Isso é reflexo de ações como a eliminação dos pátios de secagem e a fiscalização dos filtros de gás”, detalhou.

O QUE A SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE DIZ:

O secretário de Meio Ambiente, Joaquim Dutra, informou que a pasta vem trabalhando em mudanças que visam contribuir ainda mais a qualidade de vida dos munícipes.

“Realizamos a retirada dos caminhões do centro da cidade, além do projeto Refloresta Cordeirópolis, que já nos permitiu reflorestar 18 nascentes da bacia do Ribeirão Tatu e programar o reflorestamento de mais 16 nascentes, outra ação importante foi a criação do Pelotão Ambiental que terá, entre suas atividades, a de fiscalização das ações que envolvam o Meio Ambiente em Cordeirópolis,  projeto das 10 ações e que será implantado no próximo mês.”, disse.

Veja o ranking  dos munícipios com maior concentração de material particulado em m³ no Brasil.

1.Santa Gertrudes (SP): 80
2.Cubatão (SP):49
3.Rio Claro (SP):46
4. Osasco (SP): 40
5. Cordeirópolis (SP): 39
6. Piracicaba (SP): 37
7. Americana (SP): 36
8. Catanduva (SP): 35
9. Paulínia (SP): 35
10. Bauru (SP): 31

Por: Diego Fabiano de Oliveira



Deixe um comentário Para "Pesquisa aponta que ar é ruim em Cordeirópolis..."