Portal JE10 - Cordeirópolis e Região

Portal JE10 - Cordeirópolis e Região

Conheça o APP AcheAki | Android e IOs

Comerciantes recebem orientação sobre as regras da nova paralisação

A partir desta quinta-feira, dia 25 de junho,  os estabelecimentos comerciais que não estão inseridos em serviços essenciais e forem identificados com as portas abertas serão interditados pela fiscalização da Vigilância Sanitária. Para orientar os comerciantes a trabalharem de forma correta nesta nova fase de paralisação, a Associação Comercial Industrial e Agropecuária de Cordeirópolis, promoveu um encontro com os comerciantes juntamente com equipes de Vigilância Sanitária, Guarda Municipal e Polícia Militar. A reunião contou com todos os procedimentos e protocolos de saúde, como distanciamento, uso de máscaras e álcool em gel.

“Em tempos de crise de Covid-19, queremos ressaltar a importância da venda consciente, valorizando empreendedores e apoiando pequenas empresas durante esta temporada de isolamento, mas temos que preservar a saúde e pedimos a colaboração de todos, sei que é um momento difícil mas não há outra alternativa”, afirmou o prefeito Adinan Ortolan.

Para o presidente da Aciac, Ivan Rodrigues, o momento é de grande mudança.

” A Aciac fica no meio de uma situação delicada, e sabemos que também é difícil aos comerciantes, o mundo mudou, tivemos que avançar drasticamente a maneira de comercializar, é um momento de utilizar as ferramentas digitais”, afirmou o presidente.

Os proprietários dos estabelecimentos  presentes na reunião receberam as orientações e de acordo com o Coordenador da Vigilância Sanitária, Vanderlei Marangon,  as regras são do Governo do estado de São Paulo e devem ser seguidas. A medida proíbe a abertura de padarias, restaurantes, bares e lancherias para consumos presenciais, estes devem efetuar as vendas em sistema delivery e drive-thru. Já as lojas não essenciais como roupas, calçados, acessórios e demais devem trabalhar apenas com sistema delivery.

” O não cumprimento acarreta multas à Prefeitura e processo ao prefeito, no entanto que o Ministério Público solicitou 107 fichas da fiscalização, portanto, somos fiscalizados e mais: pode ocorrer fiscalização estadual, ou o próprio MP pode  fiscalizar in loco. Contamos com apoio da GCM e PM para todo o trabalho. Não queremos prejudicar ninguém, porém temos que seguir a lei, não temos outro caminho”, afirmou Marangon.

Assista a live na íntegra clicando aqui.





Leia Também

Deixe um comentário Para "Comerciantes recebem orientação sobre as regras da nova..."