Portal JE10 - Cordeirópolis e Região

Portal JE10 - Cordeirópolis e Região

Conheça o APP AcheAki | Android e IOs

Como escolher a cor de tinta para pintar sua casa?

O Portal JE10, traz mais uma profissional na área de construção para dar dicas a você leitor que está em dúvidas. Acompanhe as dicas da arquiteta e design, Tania Carini de Cordeirópolis, onde sugere as cores que mais dão harmonia em sua residência.

Nessa época que estamos em confinamento social, muitos podem aproveitar o tempo em casa para renovar a pintura de um cômodo ou da fachada da própria casa.

Pensando nisso, vou abordar um pouco sobre o assunto “cores”, com dicas básicas fundamentais pra você não errar na escolha da cor. Na hora de pintar um ambiente ou a fachada da sua casa sempre bate aquela dúvida: QUE COR USAR?… Então, para ajudar a decidir a cor, vou dar cinco dicas simples e básicas, que vão facilitar bastante na escolha das cores.

DICA Nº1: Forros de laje ou gesso,  escolha sempre a cor branca. Não importa se existe algum detalhe de perfil de gesso, ou sanca, ou qualquer outro detalhe que você ache que mereça um destaque, na dúvida, utilize o branco, assim você não erra. As cores podem sim ser aplicadas em forros, porém, exigem um estudo mais minucioso que só um profissional arquiteto ou designer está apto a fazer, e assim, para que você não corra o risco de deixar o ambiente feio, brega, ou até de ressaltar pontos negativos no ambiente só pela escolha da cor, opte pelo branco fosco comum.

DICA Nº2: Observe a cor do seu piso, primeiramente, se ele é escuro ou claro. Se for escuro, não tente escolher cores escuras, para não pesar no visual. Se for claro, cuidado para não escolher uma tonalidade igual à do piso, para não deixar o ambiente pálido demais.

Para a combinação de qualquer tipo de piso com qualquer cor, deve-se observar essa cor de base (predominante), tanto de pisos madeirados, cerâmicos, porcelanatos, laminados, vinílicos (e etc…) que você vai conseguir escolher qual cor vai combinar mais.

A melhor maneira de saber qual cor combina mais com seu piso é você aproximar do piso a cor escolhida do leque de cores. Sim, coloque o leque de cores no chão pra ver tom sobre tom, para que possa ver o quão agradável fica essa combinação, assim você não corre o risco de escolher uma tonalidade que destoe da cor base do piso.

Se o seu piso for madeirado, deve também observar a tonalidade de fundo da textura madeirada, que pode variar desde avermelhado, amarelado, acinzentado, etc… Embora “madeira” seja algo mais neutro, a cor base pode influenciar muito no resultado final da escolha da cor.

Pra não ter erro, você pode escolher um tom parecido com o do piso. Se o seu piso for de um tom médio/escuro escolha tonalidade parecida mas mais clara, ou se o piso for muito claro, escolha o tom parecido só que um pouco mais escuro. Se o seu piso for branco, então pode escolher a tonalidade que lhe agradar mais, afinal o branco é extremamente neutro.

Exemplo, se você tem um piso que puxa pro bege, e quiser colocar um tom cinza na parede, tem que tomar muito cuidado pra não escolher um cinza azulado, pois não ficará bom. Existem muitas variações de tonalidades de uma mesma cor, como o exemplo citado do cinza, há desde cinza azulado, cinza esverdeado, cinza amarelado…etc. E assim todas as cores também possuem um tipo de variação da pigmentação base. Por isso é importante aproximar a cor do piso para ver se realmente combina. Nada de escolher cor por foto ou via computador/celular, pois as telas e impressões enganam muito.

Na sequência seguem alguns exemplos de combinações sofisticadas, com diferentes tipos de piso com diferentes tonalidades de cinza nas paredes:

DICA Nº3: Opte por pintar as paredes com cores sóbrias e discretas. Por mais que tenha aquela vontade de escolher uma cor diferente e viva pra alegrar o ambiente, a maior probabilidade é que em pouco tempo você vai enjoar da cor, e logo vai querer mudar. Deixe para colocar cor em adornos decorativos mais fáceis e mais baratos de serem trocados, como capas de almofadas, vasos, etc.

As cores mais neutras são visualmente menos cansativas, e também são bem menos enjoativas do que cores fortes e ousadas. Além disso, vão dar um toque de sofisticação, e com certeza vai combinar mais facilmente com uma gama maior de cores existentes no ambiente, presentes em móveis e decorações em geral.

OBSERVAÇÃO IMPORTANTE: Ao escolher uma cor, leve o leque de cores para diferentes ambientes, em diferentes horas do dia, pois a variação de iluminação natural e artificial também influencia na cor. Analise a cor de manhã, de tarde e de noite, tanto dentro de casa, quanto fora, isso vai te ajudar a decidir se realmente gosta da cor.

Geralmente, para aplicação nas paredes em geral, as melhores intensidades para escolher da tira de cor são aquelas que estão em segundo ou terceiro lugar (de cima para baixo) na ordem das cores, pois não tão claras de modo que fiquem parecendo brancas, e nem tão escuras que possam pesar no ambiente.

DICA Nº4: Muitos gostam de escolher uma cor de destaque para aplicar em uma parede apenas. Embora atualmente utilizamos mais revestimentos como destaque em ambiente, uma parede de outra cor ainda é uma ótima opção e com menor custo para personalizar os espaços.

MAS ATENÇÃO: NÃO utilize dessa técnica em corredores ou ambientes pequenos demais, pois isso fará com que o ambiente pareça muito menor ou mais estreito.

Para escolher a parede ideal à receber a cor de destaque, não basta que ela seja uma parede principal, em primeiro lugar, não pode ser uma parede que bata sol diretamente, pois, além de a claridade do sol refletir a cor para o ambiente todo, se for uma cor com pigmento muito forte, com o tempo ela pode desbotar no local onde o sol incide, e assim ficará toda manchada.

Para não errar na escolha da cor de destaque, pegue a tira da paleta de cor que você escolheu para pintar as paredes no geral, e selecione a tonalidade de 2 a 3 tons mais escuro, assim não corre o risco de errar na combinação das cores, pois a cada tira da paleta de cores é trabalhada dentro de uma mesma pigmentação base.

Escolha preferencialmente cores frias e/ou menos vivas, pois são menos chamativas e consequentemente menos enjoativas.

DICA Nº5 (Para fachadas): Para a fachada da casa, você pode escolher 2 tons mais escuros, dentro da tira de cor que você escolheu para as paredes internas. A cor mais escura vai sujar menos, e dar um destaque legal para sua fachada. Podendo aplicar até 2 cores, sendo uma mais clara em alguma face de parede maior, e outra mais escura para algum destaque, como por exemplo para destacar uma jardineira.

Para quem gosta de cores e quer ousar, a melhor opção é contratar um profissional para realizar uma consultoria técnica, para que um estudo de cores mais aprofundado seja feito, de forma a viabilizar a aplicação de cores, personalizando ainda mais o seu espaço e sem medo errar.

Entre em contato conosco:

TANIA CARINI ARQUITETURA E DESIGN

CONSULTORIA, CRIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS

(19) 3546-4359 / (19) 9.9719-5408  –  taniacarini.arq@gmail.com

Rua João Fratini, nº275, Vila Barbosa – Cordeirópolis/SP

 





Leia Também

Deixe um comentário Para "Como escolher a cor de tinta para pintar..."

About the Author

Tania Carini
TANIA CARINI ARQUITETURA E DESIGN CONSULTORIA, CRIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS (19) 3546-4359 / (19) 9.9719-5408 - taniacarini .arq@gmail.com Rua João Fratini, nº275, Vila Barbosa - Cordeirópolis/SP