Portal JE10 - Cordeirópolis e Região

Portal JE10 - Cordeirópolis e Região

Conheça o APP AcheAki | Android e IOs

Covid e Dengue – números de casos na cidade são próximos

Com o isolamento social e o medo da doença, eliminar os focos de água parada se torna ainda mais importante para evitar a dengue

Em meio à pandemia de Covid-19, que vem causando milhares de mortes no Brasil, há uma segunda doença que mata e que há prevenção, a dengue.

Em Cordeirópolis os números de dengue cresceram assustadoramente em algumas regiões da cidade e se comparar os números de notificações (469) aos casos positivos de Covid em que estão isolados (538) percebe-se a aproximação das doenças, porém, uma delas pode ser evitada, a dengue.

Os bairros que mais somam casos transmitidos pelo mosquito são: Jd Planalto, Vila Nossa Senhora Aparecida, Jd Primavera, Vila Olímpia, Vila Pinheiros, Barro Preto, Jd José Corte, Residencial Santa Rita e Vilagio Corte.

A dengue é uma doença transmitida pelo mosquito espécie Aedes que também são responsáveis pela transmissão da chikungunya, febre amarela e Zika.

A dengue é uma doença viral que, na maior parte dos casos, traz sintomas como febre, indisposição e dores nos músculos e atrás dos olhos. Entre cinco e sete dias depois, a temperatura e os incômodos vão desaparecendo, mas o cansaço pode persistir.

A dengue também mata e é preciso limpar e exterminar todo e qualquer criadouro do mosquito.

Ações simples podem acabar com os focos do mosquito Aedes.

1 – Mantenha bem tampados: caixas, tonéis e barris de água.

2 – Coloque o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira sempre bem fechada;

3 – Não jogue lixo em terrenos baldios;

4 – Se for guardar garrafas de vidro ou plástico, mantenha-as sempre com a boca para baixo;

5 – Não deixe a água da chuva acumular sobre a laje e calhas entupidas.

6 – Encha os pratinhos ou vasos de planta com areia até a borda.

7 – Se for guardar pneus velhos em casa, retire toda a água e mantenha-os em locais cobertos, protegidos da chuva.

8 – Limpe as calhas com freqüência, evitando que galhos e folhas possam impedir a passagem da água.

9 – Lave com freqüência, com água e sabão, os recipientes utilizados para guardar água, pelo menos uma vez por semana.

10 – Os vasos de plantas aquáticas devem ser lavados com água e sabão, toda semana. É importante trocar a água desses vasos com freqüência.

11- Piscinas e fontes decorativas devem ser sempre limpas e cloradas.

12- Sempre que possível evite o cultivo de plantas como bromélias ou outras que acumulem água em suas partes externas.

Combata o mosquito da Dengue, pois ele também transmite a Chikungunya e o Zika vírus.

 

 





Leia Também

Deixe um comentário Para "Covid e Dengue – números de casos na..."