Portal JE10 - Cordeirópolis e Região

Portal JE10 - Cordeirópolis e Região

Conheça o APP AcheAki | Android e IOs

Em Cordeirópolis, sobe para 19 pessoas internadas de Covid

Em estudo foi detectado três tipos de variantes na cidade, o que torna mais fácil a contaminação

A cidade de Cordeirópolis registra aumento de pessoas internadas somando 19 ao todo, onde dez  estão intubadas em estado grave.

A média diária de confirmações nos últimos dias está em torno de 40, portanto, a transmissão vem ao encontro das informações da cordeiropolense doutoranda em Ciências e coordenadora clínica do município de Cordeirópolis, Gabriela Leme.

“Todos os vírus têm a tendência de mudar e se adaptar, o que não foi diferente com o coronavírus. Conforme se espalhou, ele sofreu mudanças que geraram as variantes, que deram novas características ao vírus. No caso do vírus, ele se tornou mais transmissível, ou seja, a chance de se contaminar ficou ainda maior”, informou a especialista em virologia, Gabriela durante entrevista.

De acordo com o resultado das análises que o laboratório da USP de Pirassununga analisou e mostrou que cinco das amostras  dos casos positivos de SARS-CoV2 em Cordeirópolis encontrou três tipos variantes brasileiras: a  P1, P2 e B1.1.28.

A variante P1 é conhecida como a cepa de Manaus, a variante P2 foi identificada inicialmente no Rio de Janeiro e a B1.1.28, que é a mais recente (estima-se que a mutação ocorreu entre dezembro de 2020 e janeiro de 2021), provém de evolução da linhagem que circulava na Amazônia.
As três variantes têm mutações que conferem alguma vantagem seletiva para a transmissibilidade viral, tendo como característica da mutação a capacidade de ser mais contagioso, tornando assim a transmissão pelo vírus mais rápida de uma pessoa para outra.

É importante lembrar que mutações em vírus são comuns e esperadas. Quanto mais a população circula, mais o vírus se transforma, até por uma questão de sobrevivência. Ele pode ficar mais forte, mais letal, mais contagioso, dentre várias outras características. A única maneira eficaz de evitar mutações e consequentemente evoluções do vírus é impedir que ele circule através do isolamento e distanciamento social

Segundo a coordenadora, a vacina é a forma mais eficaz em combater o vírus, onde treina o seu organismo para se defender do coronavírus, e é preciso tomar as duas doses para que sejam criados anticorpos capazes de combater a doença.

No momento, a Secretaria Municipal de Saúde vacina no município, a população de 68 anos ou mais, e as doses são organizadas através dos cadastros no site da Prefeitura, e as pessoas devem acessar o link descrito aqui e aguardar o momento da vacinação.

Dados fornecidos pela Vigilância Epidemiológica em Cordeirópolis

Confirmados- 3462

Recuperados – 2885

Isolados – 517

Vacinados – 3620

Testados – 5334 (Testes Rápidos)  e 9247 (PCR)

Óbitos – 41

 

 

 





Leia Também

Deixe um comentário Para "Em Cordeirópolis, sobe para 19 pessoas internadas de..."