Portal JE10 - Cordeirópolis e Região

Portal JE10 - Cordeirópolis e Região

Farmácia de Plantão: Farmavip Droga Nova,

Escolas estaduais de Cordeirópolis apostam no ambiente “escola-família” para prosperar

Portal JE10 fez um levantamento das escolas comandadas pelo estado e buscou entender qual é a atual situação do ensino que vai do 6º ano ao 3º ano do ensino médio 

Nos últimos dias, o que mais vemos nas mídias são notícias de professores e diretores sendo humilhados e ofendidos por alunos, o que traz um certo desconforto e tristeza à população como um todo, pois afinal, todos passam pelas mãos dos mestres.

As escolas estaduais de Cordeirópolis também já passaram por situações constrangedoras, não nas mesmas esferas com agressões físicas aos professores, mas sim nas saídas, onde alunos chegaram a se agredir, além da presença de pessoas com más intenções aos redores das mesmas para tumultuar e oferecer produtos ilícitos, fora ainda as inúmeras reclamações de pais diante de algumas situações que se depararam.

Os diretores sem receber o respaldo necessário do Estado só podiam contar com a ajuda do município através da presença de policiamento para inibir estranhos, suprir e complementar a demanda dos lanches; e principalmente dos pais na intenção de amenizar os problemas. Para isso é que o Portal JE10 traz essa reportagem onde buscou informações com as escolas para saber de qual forma estão lidando com as inúmeras situações. Em Cordeirópolis são três escolas estaduais: Jamil, Levy e Odécio Lucke.

Comandada pelo governo do estado de São Paulo, as escolas estaduais Jamil Abrahão Saad, Professor Odécio Lucke e Coronel José Levy se reinventam e apostam na sua grade de profissionais para driblar os recursos escassos e o desinteresse dos alunos em sala de aula. Com uma politica de aproximação família-escola, a rede estadual de ensino do município visa aproximar os responsáveis para o ambiente escolar e assim prosperar para uma rede mais participativa com os alunos e família.

Localizada no Jardim Progresso, a Escola Estadual Professor Odécio Lucke é comandada pela diretora, Karina Franco, que é graduada em geografia, pedagogia e pós-graduação em gestão escolar. O Odécio Lucke obteve uma nota de 5,5 no IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), nota abaixo do 6,1 que a escola tinha como meta. As apostas em projetos educacionais e o fortalecimento do vínculo escola-familia são essenciais para encarar os desafios presente no ambiente escolar que vão de um orçamento limitado à orientação e prevenção de fatores que levam a violência ou ao uso de substâncias ilícitas.

“Dentre dos nossos desafios, está em estimular o interesse da família na trajetória escolar do seus filhos e juntamente despertar o interesse do aluno pela escola diante da demanda de inovações tecnológicas, faz parte de nossos grandes desafios, mas aqui, buscamos confrontar tudo isso através de projetos sociais como o de combate às drogas, a prevenção de DSTs através do Vale Sonhar e trabalhos que visam a qualificação do corpo docente. Sabemos dos grandes desafios que temos pela frente. Vejo a escola Odécio Lucke em um período de cinco anos com uma redução nas taxas de evasão, melhorias em nosso índice do IDESP e IDEB e o desenvolvimento de ações que visem o aumento dos índices de ensino aprendizagem”, explicou Karina.

Do outro lado da região, temos a escola Jamil Abrahão Saad. A rede estadual de ensino é uma das escolas mais antigas do município, tendo registro da construção do seu prédio próprio em 1970. De lá para cá, a escola passou por diversas mudanças. Recentemente contou com a chegada do novo diretor Magno Costa, que possui Licenciatura Plena em Matemática e Pedagogia. O Portal JE10 acompanhou uma reunião de pais com a nova direção, que tem pela frente melhorar o índice escolar obtido pela escola no último IDEB que foi de 4.6, abaixo dos 5.8 que era estabelecido como meta, além de trabalhar no combate às drogas.

“Temos um grande caminho pela frente. Aplicamos mudanças que visam impor respeito dentro da sala de aula. As cadernetas auxiliam os professores em anotarem comportamentos que não condizem com ambiente escolar, em cada uma delas temos detalhado as regras da escola. Tive um trabalho muito difícil como diretor em Hortolândia, além dos meus 13 anos atuando em Limeira. Sei que as coisas não serão fáceis, mas conto com o apoio de vocês pais”, explanou o diretor em reunião.

Única instituição com o sistema de período integral é a Escola Estadual Coronel José Levy que está localizada na região central da cidade. Baseadas com dados de informações do Portal do IDEB, não há as  notas do Instituto e sua meta para atingir deveria ser os 5.8.

O Portal JE10 não conseguiu respostas de sua diretoria. A equipe do JE10 também buscou contato com os representantes da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo desde a última semana e até o fechamento desta reportagem não obtivemos retorno.

 



Deixe um comentário Para "Escolas estaduais de Cordeirópolis apostam no ambiente “escola-família”..."