Portal JE10 - Cordeirópolis e Região

Portal JE10 - Cordeirópolis e Região

Farmácia de Plantão: Farmavip Droga Nova,

Inclusão – Um desafio “ Além de quatro paredes” que funciona em Cordeirópolis

Projeto envolve professoras, familiares e a era digital

Quando se fala em inclusão escolar, mais especificamente em adaptação de alunos com necessidades especiais em classes comuns, é preciso ter em mente que, devido a essa imensidão de responsabilidade que foi “jogada” para a escola, ela não consegue dar conta do atendimento a esses alunos e é então que se dá a situação de exclusão, onde o aluno percebe que não recebe o atendimento necessário, não produz o que poderia e por si só se esquiva do processo.

Mas isso não foi o que aconteceu em Cordeirópolis, pois através do projeto educacional “Além de quatro paredes” onde envolve poder público, privado, docentes e família está obtendo um resultado positivo que está se tornando exemplo não apenas para Cordeirópolis, mas em cidades da região.

Em 2018, o MEC divulgou que mais de 20 mil alunos frequentaram suas aulas dentro das quatro paredes dos mais diversos tipos de hospitais do Brasil. O hospital já não tem por muitas vezes estrutura física para tratar de seus doentes, quanto menos dar estrutura educacional às crianças.

Conheça o Jhonatan

Em Cordeirópolis, o garoto encantador de sete anos, Jhonatan Mudesto Leal está surpreendendo a todos pelo desempenho de cada dia.

Jhonatan nasceu no dia 11 de dezembro de 2011, com várias complicações de saúde que o levaram a ter um atraso no desenvolvimento neuropsicomotor, insuficiência respiratória crônica e hipotonia generalizada.

Jhonatan possui tratamento com equipe de enfermagem 24 horas, permanece com traqueostomia em ventilação mecânica e encontra-se em regime de Home Care, ou seja, atenção à saúde no domicílio, que permite ao paciente ser internado em sua própria residência.

Jhonatan apesar de ter um quadro clínico delicado, é um garoto esperto, questionador, alegre e o principal: tem sede para aprender. O trabalho envolve quatro professoras que dão aulas em seu quarto, local totalmente adaptado devido as suas necessidades, e há ainda uma professora de atendimento educacional especializado, duas vezes na semana.

O aprendizado

Para chegar no aprendizado que Jhonatan chegou tiveram os trabalhos das docentes de observação, estudar a melhor forma para que ele assimilasse todo o aprendizado,

Para a professora e coordenadora de inclusão e responsável pelo projeto, Stefania Menezes, apesar de identificar esse potencial de aprendizagem no aluno, foram observadas algumas situações de alerta e passível de adequação específica.

“A dificuldade em manter a atenção focada, dificuldade de reter o conteúdo aprendido e a falta de motivação para realizar as atividades referentes à aprendizagem, a partir daí criamos um diário dos atendimentos do Jhonantan no Google Drive, onde todas as professoras envolvidas em seu processo de ensino-aprendizagem puderam lançar o conteúdo trabalhado e fazer um breve relato de como foi o decorrer da aula”, contou a professora.

Os resultados começaram após apresentar a ele o mundo que existia além das paredes de seu quarto através de uma tela de computador foi surpreendente.

“Mostrar que não haveria problema se ele não conseguisse grafar as letras e os números com habilidade, pois ele teria a possibilidade de digitar e o resultado final seria o mesmo; levá-lo virtualmente à locais novos; apresentá-lo, através da tela do computador, aos amigos da sala de aula onde está matriculado oficialmente; colocá-lo em contato com a professora desta sala e até mesmo fazer com que participasse de algumas aulas em tempo real”, acrescentou a professora.

O  “Google for Education,  é um projeto desenvolvido com todos os alunos da rede municipal de ensino em parceria com a “Nuvem Mestra”, onde também foi levado para dentro do quarto de Jhonatan.

Desde o mês de junho teve o início de  um conceito de atendimento domiciliar baseado no ensino híbrido, combinando momentos de experiências baseadas no ensino formal com tecnologias digitais, trazendo a ele a experiência do modelo presencial e a inovação do mundo online.

Em pouco tempo, o sucesso esperado foi alcançado. Os avanços de Jhonatan foram vistos a olhos nús. Ele  agora tem sua própria conta no Gmail e aprendeu sua data de nascimento através da senha criada para permissão do seu acesso.

Foi criada uma sala de aula virtual no Google sala de aula onde estão inseridas as demais professoras e o aluno. Nela, são enviadas as tarefas a serem realizadas, os links dos vídeos e jogos pedagógicos selecionados previamente no Youtube, as listas de palavras preparadas nos slides do Google Apresentações.

Quem deseja conhecer mais o projeto acesse aqui

O primeiro dia que Jhonatan conheceu seus amiguinhos de classe foi emocionante , veja o vídeo aqui.

Amiguinhos de Jhonatan tendo acesso pela primeira vez



Leia Também

Deixe um comentário Para "Inclusão – Um desafio “ Além de quatro..."