Portal JE10 - Cordeirópolis e Região

Portal JE10 - Cordeirópolis e Região

Conheça o APP AcheAki | Android e IOs

Justiça mantém prisão de homem acusado por violência doméstica

Acusado por violência doméstica, somados a ameaça, desacato, lesão corporal, resistência, e embriaguez ao volante, a promotoria mantém a prisão preventiva do motorista de 38 anos. Ele está preso desde o dia 30 de julho.

Para a promotoria, ele ofendeu a integridade corporal da sua esposa (violência doméstica), praticou vias de fato contra seu filho, conduziu veículo automotor pela via pública em estado de embriaguez, desacatou o guarda-civil municipal no exercício da função, opôs-se à execução de ato legal, mediante violência física a funcionário competente para executá-lo, deteriorou o automóvel da GCM.

Ainda consta nos autos, na delegacia, durante o registro da prisão em flagrante, ele continuou a ameaçar de morte a esposa, mas ela manifestou expressamente seu desejo de não oferecer representação. Anota-se que as agressões perpetradas por ele em face da esposa e do filho se deram por motivo fútil, mesquinho.
Ainda nos autos: “ o motorista provocou toda essa celeuma após se embriagar por vontade própria e em pleno estado de calamidade pública decorrente da pandemia do coronavírus (Covid-19), ou seja, movimentou toda a estrutura policial e fez com que guardas e as vítimas passassem por atendimento médico em época que o bom senso e o próprio ordenamento jurídico impõem o resguardo, o distanciamento social”.

Ante o exposto, a promotoria ofereceu denúncia em face do motorista, dando-o como incurso os crimes citados.

O fato se deu no dia 30 de julho, quando a GCM atendia um acidente de trânsito e o motorista chegou no local. Veja a matéria aqui.





Leia Também

Deixe um comentário Para "Justiça mantém prisão de homem acusado por violência..."