Portal JE10 - Cordeirópolis e Região

Portal JE10 - Cordeirópolis e Região

Farmácia de Plantão: Drogaria Nossa Senhora Aparecida (Farmácia da Amanda),

Casos de DSTs, como Aids e sífilis aumentam entre os jovens cordeiropolenses

Dados registrados no município entre 2006 e dezembro de 2018, mostra um crescimento de diversas Doenças Sexualmente Transmissíveis

Conhecido como “Dezembro Vermelho”, o último mês do ano visa conscientizar e ressaltar a necessidade de prevenção contra a AIDS, que é uma das Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST). Em Cordeirópolis, os números de DST’s dispararam no último ano e já preocupa a Secretaria de Saúde, que reforça os serviços disponibilizados para a população e a importância da prevenção. Número de sífilis, é o mais preocupante.

De acordo com os dados apresentados ao Portal JE10, entre 2006 até esta segunda-feira (10), foram contabilizados 11 casos de sífilis gestante, 13 casos de Aids, 4 casos de sífilis congênitas, outros 34 casos de sífilis e 47 casos de hepatites virais. O número é maior, mas nem todos os casos são registrados em Cordeirópolis.

“Observamos muito a imprensa notificando sobre os casos de sífilis, principalmente entre a idade jovem. Os jovens estão se expondo muito mais e eles não estão usando efetivamente o preservativo. É aquela velha história, acontece com meu amigo, acontece com o vizinho e nunca acontece comigo. Isso não pode acontecer mais. Pois, a partir do momento em que a pessoa se expõe ela está correndo o risco de pegar DST, seja AIDS, hepatite, sífilis e dentre outras doenças”, explanou a enfermeira da Vigilância Epidemiológica, Nayara Maria Bellini Motta,

Ainda conforme ela, é de suma importância que pelo menos uma vez ao ano o paciente realize o exame que pode ser feito gratuitamente nas Unidades Básicas de Saúde, sendo o mesmo sigiloso e rápido.

“Reforçamos que tudo é muito restrito, as coisas acontecem entre o profissional e o paciente. Neste mês estamos realizando um intensivo em ofertar os testes rápidos para os pacientes que queiram fazer. Todo mundo que manifestar a vontade de querer fazer, tem esse direito. Porque, vai que algum momento a pessoa se expos. Todas as unidades oferecem o serviço, pedimos que as pessoas procurem a unidade mais próxima de sua residência e veja o horário que está sendo ofertado. Além disso, solicitamos que todas as unidades trabalhem nesse assunto, pois é uma forma de combatermos o preconceito e o medo das pessoas”, detalhou Nayara.

Nayara finaliza, orientando as pessoas a procurem as Unidades Básicas e usufruir dos serviços disponibilizados e reforça a importância do uso de camisinha.

“As unidades oferecem gratuitamente o preservativo sendo ele o masculino e o feminino. Tem que se usar esse método, eu costumo dizer que quem ama cuida e protege. Deve-se acabar com esse estigma, que eu amo e por isso não vou usar o preservativo. Não deve-se esquecer que além da AIDS é muito mais fácil adquirirmos uma das diversas Doenças Sexualmente Transmissíveis”, finalizou Nayara.



Leia Também

Deixe um comentário Para "Casos de DSTs, como Aids e sífilis aumentam..."