Portal JE10 - Cordeirópolis e Região

Portal JE10 - Cordeirópolis e Região

Farmácia de Plantão: Droga Centro,

Em celebração emocionante, Igreja da Matriz é reinaugurada

Cerca de 600 fiéis acompanharam a reabertura da igreja após 11 anos

A noite deste 1º de junho de 2018 vai ficar marcada para sempre na história de Cordeirópolis. A Igreja da Matriz, foi reinaugurada após ficar 11 anos fechada. Em uma cerimônia que contou com diversos representantes da igreja e com mais de 600 fiéis. A missa de reabertura foi repleta de emoções e homenagem e ao som de um grande coral e músicos da paróquia e comunidade.

Desde maio de 2007, por imposição do Ministério Público, até agora o prédio da igreja passou obras de revitalização. A igreja passou por troca de cobertura, reforço das colunas, restauração dos vitrais e colocação de novos para resgatar o estilo frontal de antigamente, além de iluminação e som de última geração.

Ainda no lado de fora e com as portas fechadas, o público acompanhou em um vídeo a fase das obras da igreja desde o seu nascimento até os dias atuais. Mostrando a importância da mesma para a cidade. Em seguida, a história da igreja foi contada mostrando a colaboração dos “Antônios”, já que a igreja tem como o patrono o Santo Antônio.

“Nessa jornada final não podemos nos esquecer do trabalho e dedicação do padre Antônio Rodrigues Miranda falecido em 14 de dezembro de 2017 e também do padre Valdinei Antônio da Silva que assumiu a paroquia em fevereiro de 2015 e que com seu trabalho incessante, com suas orações, com seu carisma, uniu a comunidade, resgatou as ovelhas desgarradas e todos juntos com trabalho e a dedicação de cada um hoje, com imensa alegria reocupamos a nossa igreja”, disse o bispo Dom Vilson Dias de Oliveira.

Em seguida o bispo Dom Vilson, o padre Valdinei, o prefeito Adinan Ortolan e os deputados Aldo Demarchi e Davi Zaia se dirigiram até a porta da igreja e puxaram a faixa, reinaugurando oficialmente a igreja. Antes da entrada dos devotos, o bispo Dom Vilson abençoou as portas da igreja.

“Abençoo aqui, não somente esta casa de Deus, mas também todos os corações que entrarem por essa porta”, declarou.

A emoção tomou conta dos fiéis ao retornar a igreja matriz, veja o vídeo. Já durante a missa os fiéis que não conseguiram acompanhar a celebração de dentro da igreja, puderam assistir através de um telão montado na em frente a paroquia. Durante a missa, diversos fieis se emocionaram, como a senhora Inês Gardezani dos Santos que cresceu e viveu na matriz e também a cordeiropolense Lurdes Scatolin, que fez questão em estar no primeiro banco da igreja para celebrar esta data importante.

Ao fim da missa, o padre Valdinei agradeceu diversas pessoas que ajudaram diretamente ou indiretamente na reconstrução da igreja.

“Fiquei nervoso durante todo o dia, pois era um momento aguardado por todos nós. Cada um de vocês, fazem parte desta história e são responsáveis por cada tijolo erguido para a construção desta igreja”, disse.

O prefeito Adinan Ortolan que também fez o uso da palavra, destacou a importância do dia e o quanto a história do município está ligado à igreja.

“O marco zero da nossa cidade está localizado em frente as portas da igreja. Pois, uma prefeitura pode mudar de lugar, uma câmara municipal pode mudar de lugar, mas uma igreja não. Essa reinauguração é um marco histórico para toda população cordeiropolense”,

Homenagens:

Lembrados diversas durante a celebração, o padre Miranda que faleceu em dezembro do ano de 2017 foi um dos grandes responsáveis pela nova versão da igreja. Diante disso, o padre Valdinei homenageou duas pessoas que contribuíram e cuidaram dele no final de sua vida, a senhora Maria de Lourdes Bergamasco e seu filho Mateus Vasques.

Os “Antônios” da igreja Matriz de Cordeirópolis

A história da igreja matriz de Santo Antonio de Cordeirópolis iniciou em 1886, mais precisamente no dia 09 de março, quando foi edificada, conforme os escritos de Evaristo José Rodrigues, através do livro Polyanthea duma Vida de Lutas, que quer dizer: a história das lutas da vida.

No livro Tombo da matriz é que traz toda a trajetória dos “Antônios” que contribuíram para a história. Em 1901, através de um decreto, Dom Antonio Cândido de Alvarenga, bispo da cidade de São Paulo, eleva a capela para Matriz.

Eis o trecho de sua explicação na época para o motivo de elevação à matriz:

“Havemos por bem, pelo presente, erigir no território da dita Capela de Santo Antonio dos Cordeiros, uma freguesia, portanto, pelo presente Decreto erigimos canonicamente, instituímos uma nova Paróquia que se denominará de “Santo Antonio dos Cordeiros”.

A Paroquia recebe o primeiro pároco em 29 de julho de 1906, o padre Leandro Maria Dell’Uomo vindo diretamente da Itália. Ele foi quem lançou a pedra fundamental, e sua participação foi de suma importância da edificação do novo templo, onde abrigaram os fiéis até 1960.

A partir de 1955, com a chegada do padre Mário Zóchio Pasotto, algumas mudanças na pequena matriz estão por vir e a igreja em 1961 passa de toda a estrutura arquitetônica por uma profunda reforma, onde apenas a torre é mantida do seu projeto.

Na jornada da matriz de Santo Antonio, vale frisar os anos dedicados do padre Antonio Rodrigues de Miranda, o padre Valdinei Antonio da Silva que assumiu a paróquia em fevereiro de 2015.

Enfim, vários Antonios que fizeram parte diretamente da igreja matriz de Santo Antonio e muitos outros Antonios que participaram e ainda participam indiretamente da igreja do padroeiro de Cordeirópolis “Santo Antonio dos Cordeiros”.

Veja todas as fotos e cobertura total da reinauguração aqui

Participação dados históricos: José Vitor Lucke

Por: Diego Fabiano de Oliveira e Rosangela Mello Rodrigues



Deixe um comentário Para "Em celebração emocionante, Igreja da Matriz é reinaugurada"