Portal JE10 - Cordeirópolis e Região

Portal JE10 - Cordeirópolis e Região

Conheça o APP AcheAki | Android e IOs

Número de novos casos cai pela metade em Cordeirópolis

Comparativo entre mês de julho e agosto
A cidade de Cordeirópolis começa a registrar uma queda de novos casos de coronavírus e a média diária que estava entre 25 a 30; o mês de agosto passa a registrar entre em 10 e 15.
A notícia foi anunciada pelo prefeito municipal, Adinan Ortolan, através de uma entrevista coletiva realizada nesta quinta-feira (06), transmitida ao vivo nas redes sociais.
Ao que tudo indica, não é que vai passar. Já está passando. Nós, como cidade, como povo, estamos vencendo mais essa”, comemorou o prefeito.
Mesmo com o cenário se mostrando mais positivo, ao atualizar os números da covid-19 no município, a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Nayara Belini, ressaltou a importância de continuar a respeitar o distanciamento, usar máscara e lavar as mãos.
“Para que o número de novas confirmações continue a cair, é fundamental manter os cuidados. Não podemos abaixar a guarda, por isso, não é hora de se reunir ou fazer eventos”, disse.
Hoje a cidade registra 986 casos positivos, sendo que 753 estão curados. Já foram realizados 4603 exames de PCR e 1937 testes rápidos, e 4502 pessoas com síndrome respiratória foram atendidas. Somando os testes cerca de 19% da população foram testadas.
Higiene Bucal – Cuidados que devem seguir
Outro assunto importante abordado na entrevista foi a questão dos cuidados com a higiene bucal em tempos de coronavírus. De acordo com a coordenadora do Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), Cleidiane Andrade, além de quatro escovações diárias, uso de fio dental e enxaguante, é importante sempre higienizar a escova de dentes.
“Pode ser feita com hipoclorito de sódio, emergindo a escova em 1 litro de água, com duas gotas do produto, ou com clorexidina 12%, borrifando o produto na escova e fechando com protetor antes e após o uso”, explicou.





Leia Também

Deixe um comentário Para "Número de novos casos cai pela metade em..."